Google
 

sábado, 12 de Julho de 2008

SOPA DA SAÚDE - SOPA DE MISO

Miso é utilizado no oriente há séculos.
Os japoneses dizem que este alimento foi um presente dos Deuses para a humanidade.

O miso é um puré com um sabor salgado e levemente adocicado, produzido a partir de feijão de soja e sal, fermentados com cevada ou arroz . É principalmente utilizada na preparação de sopa.

Este foi um dos segredos de alguns Japoneses para se defenderem dos terríveis efeitos radioactivos das bombas atómicas que deflagraram naquela zona histórica.

Mistura milagrosa... MISO + ALGAS

Esta sopa proporciona ao organismo a capacidade de se defender por si da maior parte das agressões ambientais a que estamos sujeitos (poluição, químicos, radiações,...) e estimula a nossa imunidade.

Fornece os fermentos necessários para a produção duma Flora Intestinal equilibrada, evitando a colonização por microorganismos nocivos e maléficos;

Rica em Enzimas activas que estimulam todo Metabolismo Orgânico;

Rico em elementos raros (oligoelementos, antioxidantes, alcalinizantes) que, em conjunto com os anteriores factores, estimulam o processo de desintoxicação orgânico através da eliminação de toxinas (pelo fígado, rins, intestinos, pele...).

Assim, ajuda o organismo a EQUILIBRAR-SE de obstipação, colites, gastrites, doenças de pele, alergias e outras doenças, e a PREVENIR-SE do cancro, de doenças infecto-contagiosas e de doenças auto-imunes (ex.: artrite).

Ajuda ainda ao controlo do peso.

Ingredientes
1 colher de sobremesa de Miso por cada taça de sopa;
1 pequena tira de alga Wakamé demolhada e picada;
2/3 variedades de legumes à escolha (por exemplo, uma pequena cebola uma pequena cenoura, feijão verde), picados.
q.b. de salsa, cebolinho ou folha de hortelã

A sopa deve ser preparada com ingredientes de agricultura biológica, para que não ingiramos elementos químicos que contrariem os benefícios apontados;

Inclusive evite água da torneira.

Preparação
Junte os legumes a uma porção de água e ferva-os 5 minutos;
Juntar toda a água necessária para completar a sopa, e levantar fervura.
Este caldo pode ser guardado 2-3 dias no frigorífico, para se ir usando conforme as necessidades.

Na altura de servir, adicionar ao caldo a pasta de miso (uma colher de sobremesa por cada taça de sopa) e aquecer, sem ferver. Este procedimento serve para activar as enzimas sem as destruir.

É o miso que dá todo o tempero a este caldo, por isso use-o a seu gosto. No final, guarneça o prato com salsa ou cebolinho picados ou folha de hortelã...

A sopa deve ser o mais fresca possível. Em caso de doença deve ser tomada em jejum em lugar do tradicional pequeno-almoço.


ISM

domingo, 25 de Maio de 2008

DE QUE A PELE E OS CABELOS NECESSITAM

Atendendo ao pedido feito através do nosso fórum, editamos este artigo, que elucida-nos como através dos alimentos, podemos ter uns cabelos e uma pele saudáveis.


CUIDADOS.
Antioxidantes: Estes constituem a maneira mais importante de proteger a pele contra o ataque dos radicais livres.
Em estudos, descobriu-se que quem comer pelo menos seis doses de vegetais amarelos ou vermelhos por dia protege a pele do sol de quaisquer danos como se usasse um protector solar de factor 4. Para melhores resultados, consuma entre seis a dez doses diárias de frutas e vegetais.
Isto fornece-lhe ainda vitamina C, que ajuda a produzir colagénio, assim como a vitamina A, que estimula o crescimento de novas células na pele.

Ácidos gordos essenciais: Além de manterem os glóbulos vermelhos saudáveis, o que estimula a circulação, os ácidos gordos essenciais ajudam ainda a tratar as peles secas.
As melhores fontes são os peixes gordos (salmão, atum, sardinha, arenque), frutos secos e sementes - consuma uma dose por dia.

Enxofre: Ajuda o organismo a produzir colagénio novo. Encontra-se nos ovos, na cebola e no alho. Deverá consumir uma dose por dia.

Vitamina B: O cabelo não cresce se o organismo não tiver os níveis adequados de vitaminas B.
Estas encontram-se nos alimentos integrais, nos vegetais de folhas verdes. Deverá consumir três doses por dia.

Proteínas : Se não obtiver suficientes proteínas com a sua dieta, o cabelo acaba por crescer com a cutícula levantada. Isto, além de fazer aumentar os riscos de desidratação, torna ainda o cabelo baço, pois deixa de poder reflectir a luz.
Consuma pelo menos duas doses de alimentos ricos em proteínas (como ovos, peixe, lacticínios nozes, leguminosas) por dia.


Vitamina B8 (biotina): Encontra-se nos ovos, no peixe, no leite, nos frutos secos e nas leguminosas; este nutriente é importante para o crescimento do cabelo e das unhas.
Consuma pelo menos uma dose de alimentos ricos em biotina por dia.


Não precisa de:

Açúcar: Tal como a maior parte das fontes dos radicais livres, o açúcar ataca também a pele. Liga-se ás proteínas no colagénio, o que faz com estas fiquem rígidas, acabando por provocar o seu enrugamento.

Vitamina A em excesso:Se bem que este nutriente seja bom para a pele, grande quantidade de alimentos ricos em vitamina A, como fígado, por exemplo, poderão provocar a queda do cabelo; deste modo, vá buscar a vitamina A a alimentos que contenham betacaroteno (como cenoura, abóbora, batata doce), dado que este não provocam a mesma reacção.

Tal como se passa com muitos aspectos da nossa saúde, o que comemos poderá fazer a diferença entre uma pele e um cabelo perfeitos ou secos e com mau aspecto.


IMS

sábado, 24 de Maio de 2008

A medicina Ortomolecular

O objetivo da Medicina Ortomolecular é recuperar e manter a saúde por meio de uma
alimentação adequada e da administração de suplementos nutricionais.

Ela age sobre as alterações moleculares antes que lesionem células e tecidos, ao
contrário da abordagem médica convencional, que actua a partir das alterações já
instaladas.

A Medicina Ortomolecular consiste, assim, na Medicina Preventiva por excelência.

Um organismo mal nutrido torna-se alvo fácil de doenças e de envelhecimento precoce,
pois reage com dificuldade às agressões do dia-a-dia, que não são poucas:

-competição que estressa;
-poluição ambiental de todo tipo;
-excessivo consumo de doces, gorduras saturadas, alimentos refinados;industrializados
com substâncias tóxicas, com corantes, conservantes, resíduos de fertilizantes e defensivos químicos;
-hormonas e antibióticos que costumam estar presente em alguns produtos.

Não basta, portanto, confiar apenas numa dieta bem balanceada:
É preciso complementá-la!

São inúmeros os estudos que comprovam a acção terapêutica e preventiva de
suplementos alimentares, como Vitamina C, Vitamina E, Betacaroteno, Selênio, Zinco e
Magnésio.

Os suplementos são imprescindíveis para quem deseja viver mais, com saúde e vigor, e também muito valiosos no tratamento de problemas específicos de saúde.

Quem precisa de Medicina Ortomolecular?

• Pessoas saudáveis que desejam viver muito e com super-saúde.

• Pessoas que não se sentem muito confortáveis com a própria saúde.

• Pessoas doentes que desejam a cura ou, ao menos, a possibilidade de atenuar ou estacionar as manifestações da doença.


IMS

domingo, 18 de Maio de 2008

O VERDE DA CLOROFILA

A clororofila tem quase todos os componentes do sangue!

Há uma semelhança entre a molécula de clorofila e a de hemoglobina, substância vermelha, responsável pelo transporte do oxigénio para as células.

O Cérebro só por si, necessita de 20% de oxigénio utilizado pelo organismo,
infelizmente o nível de oxigénio baixa nas grandes cidades por causa da poluição, causando inúmeros males, sintomas e doenças degenerativas.

Mais oxigénio e nutrientes para o sangue é sinônimo de mais vitalidade para o corpo!

Uma das melhores maneiras de aumentar o sangue no corpo é usar a clorofila em forma concentrada, ou como sumos vegetais.

Mas que contém os sumos de legumes e porquê bebê-los?

A resposta é simples, primeiro os sumos de legumes são crus, por isso preservam as vitaminas e sobretudo as enzimas, que seriam destruídas pela cozedura.
Os sumos de legumes assimilam-se rápida e facilmente, dando ao organismo o meio para se desintoxicar, reparar e regenerar.
Podemos reconstruir muito depressa as células deterioradas com sumos de legumes, visto que estes contém elementos químicos capazes de construir novas estruturas moleculares.

O que conta não é o que se come mas o que o organismo assimila.

A clorofila constitui uma grande riqueza nutricional na prevenção e terapêutica da anemia.

A clorofila está presente na maioria dos vegetais atingidos pelas raios solares.

Assim como a luz solar controla o cálcio orgânico, as verduras também controlam o cálcio do corpo!

Nenhum elemento tem acesso mais rápido à corrente sanguínea do que a clorofila.

Os legumes verdes possuem todos um ponto em comum: SÃO RICOS EM CLOROFILA.

Ela é, pois, um factor nutricional importante e um dos curadores da Natureza!

Observação:

O stress e a deficiência na alimentação dificultam a eliminação de toxinas pelo corpo.

Incluir porções variadas de vegetais vivos e vitalizantes nos hábitos alimentares é uma das nossas grandes necessidades, tendo em vista o facto de que os alimentos industrializados produzem excesso de acidez orgânica e que a clorofila é um auxílio no processo de sua eliminação.


Principais Benefícios da Clorofila:

1. Estimula a limpeza do intestino
2. Desintoxica o fígado
3. Aumenta a produção de hemoglobina
4. Auxilia na absorção de cálcio pelo organismo evitando osteoporose
5. Retarda o envelhecimento
6. Acelera o processo de cicatrização
7. Elimina odores do corpo
8. Limpa dentes, gengivas e elimina o mal hálito
9. Fortalece o sistema imunológico, função anti-inflamatória e controla o peso
10. Regula a menstruação
11. Neutraliza as toxinas ingeridas
12. Evita e melhora problemas de açúcar no sangue.

Como utilizar e preparar os sumos de legumes:

1. Os legumes devem ser consumidos nos intervalos ou entre as refeições;

2. Toma-se um copo 10 minutos antes do pequeno almoço e das principais refeições;

3. Deve-se beber lentamente, como estivesse a mastigar;

4. Em seguida seguem-se as regras da centrifugadora que utiliza;

5. Os sumos de legumes têm uma grande têndencia a oxidarem por isso, é conveniente, consumi-lo logo, e colocar o restante no frigorifico para consumir ao longo do dia.

O sumo de cenoura mantém-se em primeiro lugar devido á sua riqueza em betacaroteno, cálcio e outros minerais, podendo-se misturar com outros legumes para obter cocktails revitalizantes, desintoxicantes e reparadores.

O sumo de cenoura é para além disso um bom tonificante e remineralizante, possui também um poder hemopoiético (estimula a formação de glóbulos vermelhos), facilita e regula as funções digestivas e intestinais.


Caso queira receitas de sumos contacte para:
metadasaude@gmail.com


IMS

terça-feira, 13 de Maio de 2008

IOGURTE (BÍFIDUS)

Os lactobacilius contidos no iogurte são protectores da flora intestinal e estimulam o sistema imunitário.

Nos iogurte bifidus há outra bactéria, a bifidobactéria bifiduos, bactérias também chamadas fermentos lácticos.

Ao beber leite fermentado – iogurtes - bebemos quinhentos milhões de germes por grama/iogurte que são suficientemente resistentes para atravessar o estômago e chegar ao colón vivos.
Aí participam na acção da flora intestinal nomeadamente ao segregarem ácido láctico.

Esta flora representa cerca de 400 espécies bacterianas em permanência no nosso tubo digestivo.
Sem esta flora não poderíamos sobreviver muito tempo neste nosso meio ambiente cheio de micróbios tanto exógenos como endógenos.

As bifidobactérias são capazes de ajudar e de estimular os seus semelhantes que se encontram na flora intestinal.

É importante pois renovarmos uma flora que se deteriora causando inúmeras infecções.
A bifidobactérias também tende a diminuir com a idade e daí a falta de resistência das pessoas idosas.

Tanto ao nível da manutenção como ao nível de alimentação do canceroso o iogurte com bifdus deve ocupar um lugar importante.
O interesse destes iogurtes, nomeadamente do bifidos, baseia-se no equilibrio da flora intestinal.

É de realçar a acção do iogurte na assimilação do cálcio, mineral dificilmente assimilável pelo organismo!
Além disso os medicamentos à base de cálcio são muito pouco eficazes porque o cálcio que contém é eliminado depressa pelo organismo.
A lactose contida no iogurte favorece e acelera a absorção do cálcio.

O iogurte foi sempre um alimento chave dos povos centenários como os búlgaros, os caucasianos, os húngaros, etc. que começaram a suscitar curiosidade dos cientista ocidentais!
Nestes centenários, após um estudo, não existe osteoporose, nem artrose, nem colesterol nem arteriosclerose.

O iogurte é pobre em lípidos e logo em colesterol. Experiências feitas em grupos de pessoas com tendência para o colesterol , utilizando 4 iogurtes por dia durante 7 dias, permitiu descer de 12% o colesterol.
Outras experiências idênticas com ovos caseiros, considerados fontes de colesterol, ao prescrever um ovo por dia durante 8 dias sem que isso aumentasse o colesterol.

O que prova que o verdadeiro ovo é ao contrário excelente para equilibrar a taxa do colesterol e que, assim como o iogurte e os legumes, são os alimentos dos povos que desconhecem a doença.


IMS

terça-feira, 6 de Maio de 2008

KÉFIR ESTÁ DE VOLTA

Atendendo a vários pedidos dos nossos leitores, voltamos ao assunto do Kéfir,e também pela sua importância.

O Kéfir é uma bebida cremosa, que resulta da fermentação do leite.

Originária do Cáucaso onde é consumida há milhares de anos.

A fermentação é conseguida pela adição ao leite dos grãos de Kéfir.

Quando adicionado ao leite de (vaca, cabra, ovelha, soja, etc). vão fermentá-lo incorporando na sua constituição bactérias e leveduras benéficas, bem como outros nutrientes.

Comparado com o iogurte, o Kéfir é mais rico devido ao número superior de bactérias e leveduras utilizado no processo de fermentação.

Fonte importante de vitaminas, minerais e aminoácido, é um alimento extremamente nutritivo.

Ajuda a sintetizar o ácido láctico, reduzindo a lactose, favorecendo assim, a digestão do leite.

Alimento probiótico, pelo que é vital na manutenção do equilíbrio da flora intestinal

É benéfico não só em situações de convalescença ou na alimentação da criança, por exemplo, mas deve antes ser incluído na nossa alimentação diária.

Clique aqui para ler o artigo do “Kéfir o Milagroso” editado em 23/5/2008


Queira nos contactar se pretenderem mais informação adicional para,

metadasaude@gmail.com

IMS

sexta-feira, 2 de Maio de 2008

ALERTA

“Comer tomate todos os dias combate malefícios do sol

Legume é rico numa substância antioxidante que

consegue neutralizar moléculas danosas”



“Os tomates podem ser a nova arma de combate contra os malefícios do sol, sugere uma pesquisa realizada pelas Universidades de Newcastle e Manchester, Reino Unido. Segundo o estudo, apresentado na Sociedade Britânica de Investigação em Dermatologia, comer tomate pode ajudar a proteger a pele de queimaduras solares e dos efeitos de envelhecimento da pele provocados pela exposição solar.

A informação divulgada no site da Universidade de Newcastle dá conta de que os cientistas compararam a pele de 20 pessoas. A metade delas foram dadas, diariamente durante 12 semanas, cinco colheres de sopa de pasta de tomate com uma colher de azeite. A outra metade ingeriu apenas a colher de azeite todos os dias. A pele dos voluntários foi exposta a raios ultravioletas no início e no fim da experiência.

A equipa encontrou melhorias significativas na pele dos que ingeriram tomate, no que respeita à capacidade de se proteger dos raios UV. Este grupo registou mais 33 por cento de protecção contra queimaduras solares, que podem levar ao desenvolvimento de cancro da pele. De acordo com Lesley Rhodes, dermatologista na Universidade de Manchester, «a dieta com tomate elevou significativamente o nível de procolagéneo. Este incremento dos níveis sugere uma potencial capacidade de reversão do processo de envelhecimento da pele».

O cientista acrescenta ainda que «não se trata de quantidades grandes de tomate. Foi uma quantidade razoável que as pessoas conseguem facilmente atingir se fizerem dietas com base em tomate. Mas as pessoas não devem pensar que os tomates substituem, de alguma forma, os protectores solares. Mas podem, sim, ser um bom aditivo. E, se as pessoas conseguirem melhorar a sua protecção através da dieta, então ao fim de uns anos isto poderá ter um efeito significativo». Esta protecção é dada porque o tomate é rico numa substância antioxidante que consegue neutralizar moléculas danosas. “

SSD
30 de Abril de 2008



Observação:


Ler no Meta Da Saúde de 9 de Abril 2008 – “TOMATE

IMS

quinta-feira, 1 de Maio de 2008

AS PROPRIEDADES DO ALHO

O alho foi sempre muito aconselhado!

O alho contém dois potentes antibióticos (Alicina e Garlicina) , substâncias que inibe a agregação das plaquetas - minúsculos elementos do sangue implicados nas tromboses.

O alho actua sobre a tensão arterial e sobre os níveis de colesterol, que parece reduzir significativamente e desintoxica o fígado.

O alho é também um poderoso antioxidante e previne a formação de radicais livres, hoje acusados de serem a causa do cancro em algumas circunstâncias.

Num estudo realizado na China, em 1989, descobriu que as províncias onde o alho era utilizado abundantemente tinham a taxa mais baixa de cancro do estômago.

O alho é o tipo de vegetal que oferece mais protecção contra o cancro do colón.
Uma cápsula de alho á noite antes de dormir, sob a forma de supositório, permite combater as lombrigas e as hemorróides. Para evitar o colón nas famílias de risco, o alho é o remédio preventivo ideal.
Mesmo após uma operação ao cancro do colón, como medida de prevenção e para evitar as recaídas, deve-se utilizar o alho.

Para combater a bronquite crónica, a hipertensão ou até parasitas intestinais, colocar 3 a 4 dentes de alho picado numa chávena de água quente ou de leite, deixar macerar toda a noite, beber na manhã seguinte em jejum durante 2 semanas.

É óbvio que não basta comer apenas alguns dentes de alho fresco todos os dias!

Neste caso, deve-se tomar cápsulas de qualidade (1) com dosagens específicas.

O alho em cápsulas é também muito recomendado para tratar o colesterol, as perturbações cardiovasculares a artrose e as dores reumáticas (2).


O alho é igualmente um anti bactericida poderoso. O alho em pó acelera a cicatrização de feridas. O óleo de alho é útil para as infecções de ouvidos.



(1) A qualidade dos produtos é fundamental, mesmo até relativamente ao alho.

(2) Quem sofre desta doença deveria fazer uma cura em Outubro com uma dosagem específica.



Caso queira mais informação para, qualquer caso específico e personalizado, contacte para:
metadasaude@gmail.com


IMS

quarta-feira, 30 de Abril de 2008

ALERTA


Atracção de Bronze

“….é crescente o número de pessoas que se socorrem de diferentes práticas para manter a pele bronzeada durante todo o ano. A maioria massaja-se com cremes e leites bronzeadores, uma minoria crescente não dispensa as lâmpadas de radiação ultravioletas, os chamados solários.

…..já as lâmpadas podem causar sérios problemas ao organismo. O mais grave dão pelo nome de envelhecimento precoce da pele ou cancro, principalmente o melanoma.

…..No que diz respeito ás lâmpadas bronzeadoras, saiba que, tal como o Sol, emitem radiações ultravioletas A e B, pelo que têm efeitos semelhantes ao astro - rei. Isto significa que tanto a exposição prolongada do sol como ás lâmpadas aumenta o risco de envelhecimento precoce de pele de cancro (melanoma)….

As consequências de exposição incorrecta e prolongada às lâmpadas e á radiação solar não aparecem imediatamente. Ás vezes, demoram anos a manifestar-se….”



Jornal Notícias 27/4/2008

IMS

segunda-feira, 28 de Abril de 2008

BEBER PELA SUA SAÚDE

Seguramente já ouviu inúmeras vezes dizer que é necessário beber pela menos um litro de água por dia ou mais para que os rins possam funcionar bem.

Esta recomendação é controversa e discutível:
As necessidades diárias de água variam bastante de pessoa para pessoa, dependendo de factores como o clima, o grau de actividade físico, uma vez que se perde muito líquido através da transpiração.

O estilo alimentar seguido determina também a quantidade necessária de líquida:
Com uma alimentação baseada em produtos animais e em doces, é preciso beber muito mais, porque os produtos animais têm um teor de líquido mínimo.
Além disso, tal como os doces, ao criarem uma condição de sangue mais ácido, produzem mais sede.

Ao beber muito “lavamos" muito das toxinas existentes nos alimentos de origem animal!

No entanto, se a opção for uma alimentação predominantemente de origem vegetal (não significa comer apenas produtos de origem vegeta, tão só ingerir mais alimentos vegetais do que animais), a situação é completamente diferente: os cereais, vegetais, e frutos contêm uma enorme quantidade de água ou são cozinhadas com muita água, reduzindo substancialmente a quantidade líquida necessária.

Assim, ao comer uma sopa de legumes, arroz cozido, salada ou puré de maçã, estamos na realidade a ingerir uma quantidade de líquido aceitável, pelo que não é imprescindível beber muito.

Com uma alimentação deste tipo, a ingestão de toxinas é também muito menor e, consequentemente, não há tanta necessidade de “lavar” o corpo de detritos.

O bom senso deverá governar o consumo de bebida.

Recomendações:

Se possível, não beber á refeição, já que os líquidos ingeridos durante a refeição diluem os sucos digestivos, podendo abrandar ou dificultar a digestão;
Beber confortavelmente, quando houver sede. Descubra o seu ponto de equilíbrio
Evitar bebidas geladas; Evitar ou abdicar totalmente do consumo de refrigerantes (que são essencialmente água e açúcar com muitos produtos químicos);
Reduzir o consumo de café (que provoca sede) ou, melhor ainda, deixar de o beber se houverem problemas de saúde como ansiedade e nervosismo. O “descafeinado” não é necessariamente melhor, uma vez que a cafeína é extraído com solventes químicos;
Procurar numa loja de produtos naturais, a enorme variedade de chás naturais e cafés de cereais existentes:dente-de-leão, hipericão,camomila,cavalinha,pés de cereja, entre muitos outros.

Principais Funções da Água no Organismo:

Boa circulação;
Nutrientes essenciais e vitaminas são transportados até às células,tecidos e órgãos;
Diminuição de hipótese de doenças, pressão baixa no sangue, dores de cabeça e cansaço;
Mais concentração e tempo de reacção melhorado;
Aparência melhorada;
Níveis de energia melhorados e de bem estar;
Pele mais hidratada, mais suave, mais macia.


UMA ÁGUA DE QUALIDADE É A FONTE DA NOSSA VIDA!

IMS

quarta-feira, 23 de Abril de 2008

KEFIR O "MILAGROSO"

O "Kefir é um cogumelo que se alimenta no leite e produz uma fermentação láctea e de levedura.

Esta bebida refrescante e altamente saudável, proporciona ao organismo uma série de benefícios, diminui o risco de cancro, principalmente o do colón, diminui o LDL do colestrol, sintetiza vitaminas do complexo B, aumenta a resistência às infecções, activa o sistema imunológico, restabelece e equilibra a flora intestinal e é regulador da flora intestinal, podendo ser usado tanto em casos de obstipação, quanto à diarreia.
Não são conhecidos contra-indicações.

O Kefir é um alimento probiótico de leite fermentado saudável, semelhante a iogurte, mas ligeiramente mais penetrante!

Enquanto o iogurte normalmente contém só dois ou três tipos de bactérias, o Kefir contém mais de 32 tipos, uma variedade muito grande de bactérias e de leveduras benéficas!

O Kefir é um conjunto de bactérias “boas” ou benéficas, e de algumas leveduras, que se alimentam da lactose contido do leite, fermentando-o, o que diminui a intolerância a lactose e favorece a digestibilidade do leite, mesmo para pessoas que sejam sensíveis ao leite.

Elas colonizam o trato digestivo e acabam inibindo o crescimento de bactérias “más” ou oportunistas.

Além de ajudar na digestão, elas produzem cálcio e vitaminas importantes!

Há exemplos de pesquisa demonstrando que o hábito de beber Kefir colaborou na inibição de alergias cutâneas. O Kefir também ajuda em muitos casos de candadíase.


Curiosidade:

Kefir pronuncia-se (Keff é-er) , quer dizer “bom sentimento ou “sentir bem”.



Como pode adquirir Kefir?
Ou o que precisa saber antecipadamente se nunca tomou Kefir?


Se quiser pode contar-nos através do e-mail,
metadasaude@gmail.com



IMS

COMO OBTER O MÁXIMO DE VITAMINAS NOS ALIMENTOS

O facto de comermos racionalmente todos os alimentos de que precisamos, não significa necessariamente que obtenhamos todas as vitaminas que contêm.

Os métodos de transformação dos alimentos, a armazenagem e a sua confecção podem facilmente destruir as melhores intenções alimentares.

Um erro bastante comum é colocar um alimento de molho para depois cozinhar e, em vez de utilizar a água do molho, acaba-se descartando e colocando outra quantidade. Parte dos nutrientes fica naquela água, que deve ser reaproveitada.

Prepare as saladas imediatamente antes de comer. A fruta e legumes cortados e guardados perdem vitaminas.

Ao fazer sumo com uma fruta rica em vitamina C, por exemplo, não se deve deixar parado antes de consumir. Esse nutriente vai embora em contacto com o oxigênio. O correcto é preparar e consumir na hora, pois até o sabor se altera depois de um tempo.
“O alimento é todo nutritivo, e não só a polpa. Achamos muito valor nutricional nas partes que não são consumidas pela maioria das pessoas. Em 100g da polpa da laranja: 7,69 mg de cálcio, já na casca, mais de 300 mg

Use uma faca bem afiada quando cortar ou ralar vegetais, pois as vitaminas A e C que estes contêm perdem-se quando os tecidos vegetais rasgam.

Além de aproveitar o alimento integralmente, são importantes cuidados no momento da preparação. “Quanto menos se corta, menos se deixa exposto; menos se cozinha, mais nutrientes são mantidos”.

Se não tenciona consumir os vegetais e frutos frescos de imediato, é melhor que os compre congelados. O conteúdo vitamínico do feijão verde congelado de maneira correcta é maior do que o fresco, que foi conservado no frigorífico durante uma semana.

As folhas exteriores de alface, apesar de serem menos tenras do que as interiores, contém mais cálcio, ferro e vitamina A.

Não descongele os vegetais antes de os cozinhar.

As folhas dos brócolos têm um teor mais elevado de vitamina A do que as flores ou os talos.

Evite cozinhar os vegetais: “o vapor é o melhor jeito de prepará-los. Na água, perdem-se muitos nutrientes. O ideal é nunca cozinhar muito.

O arroz mal cozido contém mais vitaminas do que o arroz mais confeccionado; o arroz integral é mais nutritivo do que o arroz branco.

Cozinhar em panelas de cobre pode destruir a vitamina C, o ácido fólico e a vitamina E.

Os utensílios de aço inoxidável, vidro e esmalte são as melhores para conservar os nutrientes enquanto se cozinha.

Quanto mais curto for o tempo de confecção dos alimentos e menor a quantidade de água, melhor será a conservação dos nutrientes.

Asse e coza as batatas com a pele a fim de preservar a maior parte das vitaminas que contém.

Aproveite a água da cozedura dos vegetais para fazer sopas.

Não use bicarbonato de sódio para cozinhar vegetais se quiser tirar proveito do seu conteúdo em vitamina C.

Guarde a fruta e verduras no frigorífico logo que chegue das compras.


CURIOSIDADES:

Quando o merceeiro deita água sobre os vegetais para os manter com um aspecto fresco, está a beneficiar ambos. Os brócolos, por exemplo, quando borrifados com uma fina camada de água, retêm praticamente o dobro da vitamina C do que se não fossem espargidos. Atendendo que os brócolos são legumes crucíferos, ou seja, vegetais que combatem o cancro, esteja atento a este pormenor quando fizer a sua escolha.
Os brócolos congelados não perdem suas propriedades nutritivas.



IMS

segunda-feira, 21 de Abril de 2008

SE OS INTESTINOS FALASSEM...FLATULÊNCIA

Um dos problemas mais comuns das desordens intestinais é a Flatulência acompanhado de abdómen dilatado.
As causas da Flatulência são várias, traduzem-se por uma acumulação de gases intestinais.

O excesso de gases intestinais é já um sinal de desordens digestivas!

Com a continuação haverá graves consequências, não apenas sobre o cólon como sobre todo o estado de saúde, contentando-nos em tomar medicamentos, sais digestivos ou anti-ácidos para diminuir a acumulação de gases intestinais, continuando a comer os mesmos alimentos!

Por exemplo, as pessoas que se queixam de mau hálito podem ter problemas intestinais.
Os gases infiltrando-se pela via sanguínea, circulam até aos pulmões onde são expulsos pelas vias respiratórias, assim se pode explicar a razão do mau hálito!

Reabsorvidos com as toxinas, pela corrente sanguínea são também, muitas vezes responsáveis pelas enxaquecas, dores de cabeça, vertigens e até desequilíbrios nervosos.

A principal questão é a de identificar quais os alimentos indesejáveis e responsáveis pela formação de gases numa pessoa, quando noutras não vão causar este tipo de problemas.

Por exemplo muitos indivíduos têm intolerância ao leite de vaca, não conseguem digerir a lactose (açúcar no leite), com a idade há uma carência da enzima, a lactase, que ajuda a degradar a proteína do leite, e enquanto para uns não há consequência para outros dá a formação de flatulência com acumulação de gases.

O consumo exagerado de carnes vermelhas, muitas vezes acompanhados de outros alimentos incompatíveis. As proteínas mal digeridas ou em excesso são a presa de bactérias “más” ou oportunistas, responsáveis pelas putrefacções.
Estes focos vão favorecer a multiplicação de um grande número de bactérias proteolíticas.

Os alimentos mal digeridos pode estacionar no intestino várias horas, mesmos dias, antes que o organismo os possa absorver ou eliminar.

Com a idade, a produção de enzimas digestivas na saliva e estômago bem como outras enzimas pancreáticas, diminui. Se até uma determinada idade abusarmos dos alimentos, de carnes de porco, das massas, dos molhos, das batatas fritas, vamos forçar o organismo a produzir constantemente enzimas digestivas. Mas com a continuação e abuso, o mecanismo genético “cansa-se”. Nestas condições, os alimentos ingeridos passam do intestino delgado para o intestino grosso com parte dos alimentos parcialmente digeridos.

A acumulação de fezes nestas paredes fragilizadas combinada com um estado de stress permanente provoca uma forte pressão sobre as paredes do cólon.
Em muitos casos a colite e os problemas psicológicos são associados a espasmos do colón.

Apenas um programa alimentar correcto e adaptado a cada caso, com uma certa disciplina capaz de diminuir as tensões nervosas e o stress poderão combater desordem desta natureza!

E, já agora certos alimentos quando cozinhados são mais susceptíveis de formar gases e sabem porquê?

Caso queiram mais alguma informação adicional queiram contactar para:

metadasaude@gmail.com



IMS

MORANGOS..."SEM AÇUCAR"

Além do elevado conteúdo de fibra própria da fruta, os morangos estão repletos da vitamina C.

Acrescenta-se uma boa dose de potássio, magnésio, betacarotenos e vitamina B9 (ácido fólico) possui quercitina, que é capaz de neutralizar a acção dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células.

Os morangos são diuréticos, laxantes, facilitam a digestão. Eliminam as toxinas do fígado!

Constituem ainda um tónico excepcional para os nervos, combatem a febre, e reforçam a imunidade natural!

A composição dos morangos, assim como as suas acções antioxidantes e alcalinizantes, tornam-nos especialmente indicados nos casos de: arteriosclerose, excesso de ácido úrico, prisão de ventre, hemorróidas, e afecções hepáticas.

Quando o morango é consumido numa refeição bem equilibrada, há uma reacção química que triplica os índices de absorção de ferro presentes nas proteínas de origem animal e vegetal!

RECOMENDA-SE:
Por serem altamente sensíveis, recomenda-se não guardar os morangos por muito tempo, de 3 a 4 dias no frigorífico, sem serem lavados, pois a água favorece o seu apodrecimento.


CONTRA INDICAÇÕES:
Reacções alérgicas
Cálculos urinários


SUGESTÃO:
O morango amassado com mel é um óptimo remédio para males dos rins e suas folhas são consideradas excelentes como diurético.

CUIDADOS BÁSICOS:
Convém lavá-los cuidadosamente, em água corrente, para eliminar impurezas.
Deixá-los de molho em água acidificada (limão ou vinagre) durante 15 minutos.
Só retire o pé na hora de comer para não perder os nutrientes.


IMS

sexta-feira, 18 de Abril de 2008

OS MALES DA DIOXINA

A Dioxina carcinogénica pode causar especialmente cancro da mama.

Não congele água em garrafas ou utensílios de plástico, pois isso provoca a libertação da dioxina do plástico.

Não aqueça alimentos em recipientes de plástico no micoondas. Isto é aplicável a alimentos que contém gordura!
A combinação da gordura, da alta temperatura e do plástico, liberta a dioxina que passa para o alimento que, por fim, vai parar ás células do nosso corpo.

As dioxinas são carcinogéneos altamente tóxicas!

É recomendado o uso de louça refractária de vidro, pirex, ou porcelana para aquecer os alimentos.
Obtém-se o mesmo resultado…sem as dioxinas.

A película/filme-plástico utilizado para proteger e cobrir alimentos, quando aquecidas, pode na verdade respingar toxinas (contidas no plástico) e contaminar o alimento ao ser aquecido.

IMS


Um Alerta Importante :


“...A ÁGUA ENGARRAFADA NO VOSSO CARRO É EXTREMAMENTE PERIGOSA!

FOI ASSIM QUE SHERYL CROW TEVE CANCRO DE MAMA. ELA ACTUAVA NO SHOW ELLEN E FALOU EXACTAMENTE DESTE ASSUNTO. ESTA QUESTÃO FOI IDENTIFICADA COMO A CAUSA MAIS COMUM DOS ALTOS NÍVEIS DE CANCRO DA MAMA, ESSENCIALMENTE NA AUSTRÁLIA.

A MÃE DE UM AMIGO A QUEM FOI DIAGNOSTICADO CANCRO DA MAMA FOI INFORMADA PELO MÉDICO DE QUE NUNCA SE DEVIA BEBER ÁGUA ENGARRAFADA QUE DEIXAMOS NO CARRO.

O MÉDICO ADVERTIU DE QUE A ÁGUA ENGARRAFADA EM GARRAFAS DE PLÁSTICO DEIXADAS NO CARRO E COM O CALOR O PLÁSTICO QUE CONTÉM CERTOS QUÍMICOS, PODEM PROVOCAR O CANCRO DA MAMA. POR ISSO, TENHAM CUIDADO E NUNCA BEBAM A ÁGUA QUE FOI DEIXADA NO CARRO.

O CALOR CAUSA TOXINAS NO PLÁSTICO QUE PASSA PARA A ÁGUA E ESSAS TOXINAS FORAM ENCONTRADAS NOS TECIDOS MAMÁRIOS. USE UM FRASCO TERMO OU UMA GARRAFA DE VIDRO EM VEZ DE GARRAFAS DE PLÁSTICO...”

quarta-feira, 16 de Abril de 2008

ESPECIARIAS E ERVAS AROMÁTICAS

O aroma das especiarias e das ervas aromáticas deriva das essências etéreas e de substâncias vegetais particularmente cheirosas!
Têm o efeito de estimular o apetite, a produção de saliva e os sucos digestivos!

Para além de conferirem e realçarem o sabor particular dos alimentos, tornam muitos pratos mais agradáveis, podendo mesmo ajudar a facilitar a digestão.
Além disso, um dos aspectos mais importantes é que permitem uma redução substancial do sal. (ler “ Sódio em excesso pode ser tão prejudicial quanto á gordura”)

A canela, são-lhe atribuídas algumas propriedades medicinais, como por exemplo o facto de ser um tónico estomacal.

A noz moscada, pode ainda ajudar em casos de digestão lenta e em situações de reumatismo e gota.

O cravinho, é uma das especiarias com mais virtudes medicinais conhecidas, pois possui propriedades anti-sépticas assinaláveis. Assim, é um forte analgésico bucal, pelo que é até utilizado na composição de pastas dentífricas.

A pimenta
, os seus grãos podem ser verdes, brancos ou pretos, porque são colhidos em diversas fases de maturação. A pimenta preta é, no entanto, mais forte do que aquela branca. Para além de ser um apreciado condimento, é também usada como conservante. Em pequenas quantidades pode ter efeitos digestivos, e é também considerada como afrodisíaco. No entanto, em casos de hemorróidas o seu uso é desaconselhado, ao contrário do que sucede com o piri-piri que, apesar de possuir um sabor muito picante, não prejudica as pessoas que se encontrem nesta situação.

O cominho, é uma das especiarias mais antigas utilizadas na cozinha europeia. São-lhe atribuídas propriedades estimulantes para o estômago e o intestino, e antiespasmódicas, facilitando ainda a digestão de pratos um pouco pesados.

O açafrão, possui um poder digestivo bastante elevado e pode contribuir para regularizar as funções menstruais.

Os coentros, apreciados devido ao seu aroma forte e paladar intenso, são também digestivos.

A salsa, rica em vitaminas e minerais, é uma das ervas aromáticas mais utilizadas no nosso país, pelo que é comum em qualquer prato. Porém, para que sinta o seu paladar, deve ser adicionada apenas no fim da confecção, tal como a maioria das restantes ervas aromáticas. (ler “A SALSA”)

Os orégãos, têm sabores muito semelhantes e virtudes anti-sépticas.

O manjericão, (também conhecido como basílico) na culinária é geralmente usado como aromatizante e solicitado em tratamentos de aromaterapia.

A segurelha, tem propriedades digestivas e antiespasmódicas e é usada para dar sabor a saladas, pratos de legumes e sopas.

Existem outras ervas aromáticas, como o tomilho, a hortelã, o funcho, o louro, entre muitas outras, cuja importância é também bastante significativa.

Porém, todas estas especiarias são caracterizadas por um sabor acentuado e forte que, aliás, foi a razão principal da sua procura!
Devem ser utilizadas com moderação, nomeadamente em caso de problemas digestivos!


CURIOSIDADES:

Em alguns países asiáticos em que as condições de higiene e salubridade são muito deficientes, mas onde o consumo de especiarias é muito elevado, foi possível constatar que, devido ao poder anti-séptico destes produtos, existe uma menor incidência de intoxicações!


IMS

terça-feira, 15 de Abril de 2008

SE OS INTESTINOS FALESSEM.....OBSTIPAÇÃO

Melhorar a digestão é prioritário para uma boa saúde!

O humor eleva-se, a pele torna-se mais limpa e macia, o odor corporal reduz-se, e o sistema imunitário fortalece-se!

O truque consiste em trabalhar de cima para baixo, e para tal vamos assegurar uma boa:

Digestão – Absorção – Eliminação

Com os métodos naturais e os avanços recentes nos tratamentos naturais, a maior parte dos problemas digestivos pode ser resolvido com uma certa facilidade, sem tratamentos invasivos.

As fibras desempenham um papel muito importante em todo o sistema intestinal. Elas aumentam o volume das fezes, diluem as substâncias tóxicas que possam existir no cólon, aceleram o trânsito intestinal. Desta forma as gorduras provenientes da alimentação são mais rapidamente eliminadas pelas fezes!

O intestino está sempre atento pela integridade da nossa saúde, e para tal é preciso ir ao encontro de alimentos:

Correctos – Específicos – Especiais.

Alguns alimentos e nutrientes exercem um efeito laxativo suave.
Neles se incluem as sementes de linhaça (ler “As Gorduras que curam”), as ameixas e a vitamina C, comer muita fruta, legumes e cereais integrais, a fibra de aveia é particularmente benéfica e beber muita água também é essencial, e… não esquecer também os probióticos, que vism melhorar a força das bactérias benéficas nos intestinos.

Com introdução dos alimentos industrializados a cafeína, o açúcar refinado, o pão branco alteramos este equilíbrio, abrindo as portas a todos tipos de doença!

Vamos “trabalhar” ao máximo para conservar o equilíbrio 85%-15% entre as bactérias sãs e as bactérias nocivas (ler “Se os Intestinos Falassem….).

Atenção, mesmo com muita vontade em alterar os hábitos alimentares, para uma boa flora intestinal, por vezes não basta!

Existem sistemas também naturais e bastante eficazes!

Entre em contacto connosco para saber mais detalhes importantes:

Enviando um mail para:
metadasaude@gmail.com

IMS

domingo, 13 de Abril de 2008

CHAVES PARA PERDER PESO

• Não acreditar em milagres. Há que acreditar no método e na constância individual, incidindo no tipo de vida e hábitos. Nas dietas, deve o objectivo de perder acerca de 1 kilo por semana. Fazer algum exercício ajudará a perder peso, mas o exercício sem dieta não é eficaz para perder peso.

• Reduzir a quantidade de calorias ingeridas. As dietas devem ter entre 1000 a 1500 calorias, dependendo da actividade física da pessoa. Dietas mais estritas podem ser demasiadas duras e abandona-se com frequência.

• Os jejuns prolongados com dietas sem conteúdo nem fundamentos levam a uma perda rápida de peso, mas por serem dietas desequilibradas podem dar lugar a uma série de problemas, como perda de minerais, alterações de tensão arterial e inclusivamente cardiopatias. Por outro lado, ao suspender a dieta produz-se uma acção contrária, ou efeito de acordeão, que nos faz ganhar peso e rapidamente.

• A melhor dieta é a que proporciona todos os elementos nutricionais de que o organismo necessita segundo cada pessoa e sua necessidades. A dieta deve ser seguida de forma que suponha uma alteração permanente de hábitos alimentares já que, se assim não for, voltaremos a recuperar peso. É normal perder rapidamente os primeiros kilos, mas depois é mais difícil e menos gratificantes.

• A dieta deve ser rica em fibras. As fibras saciam porque têm a capacidade de absorver água e tiram o apetite. Além disso, têm a capacidade de arrasar o colesterol e deixam menos gorduras disponíveis para serem absorvidas pelo intestino, o que favorece o tratamento da obesidade. Outra propriedade benéfica das fibras é de evitar a prisão de ventre.

• Outra chave diz que a melhor dieta para controlar o peso é a que combina os hidratos de carbono com baixo índice glicémico, verduras, fruta fresca e hortaliça, produtos lácteos e derivados de origem desnatados, poucas proteínas de origem animal e mais proteínas de origem vegetal. E por último, diminuir tudo o que seja gordo e os açúcares refinados (confeitarias, pastelarias, etc.)



Tem interesse em saber como utilizar os alimentos na dietas como a fruta e hortaliças?
contacte-nos através do mail:

metadasaude@gmail.com

IMS

sexta-feira, 11 de Abril de 2008

SE OS INTESTINOS FALASSEM.....

Hipócrates dizia que quando os pacientes se queixam, os médicos deviam olhar não só para a coluna para também para o intestino.

O tubo digestivo contém 100 000 000 000 000 de bactérias!

O equilíbrio correcto para obter um cólon saudável seria 85% de bactérias sãs e 15% bactérias nocivas!

Actualmente a maioria das pessoas a balança é invertida para 15% bactérias sãs e 85% de bactérias nocivas!

Esta diferença que conduz a uma multiplicação grande de bactérias nocivas, demonstra os maus hábitos alimentares, (rica em carne, hidratos de carbono refinados, gorduras saturadas açúcar, pobre em fibras, etc.) o stress da vida moderna, têm uma força muito negativa sobre os órgãos de digestão e eliminação.

E, um elemento muito importante que as pessoas muita vezes esquecem, aquele que fabrica e mantém o nosso organismo saudável, aquele que tem a missão de expulsar, desintoxicar, de limpar, é o intestino e o cólon.

Quero vos relembrar que o colón representa apenas um dos factores ligados a um processo mais complexo de desintoxicação através de 4 vias:

1.pele
2.rins
3.pulmões
4 sistema linfático

Já um naturopata dizia, que a raiz da maioria dos problemas de saúde e doenças são de origem do colón. Um cólon intoxicado pode influenciar a saúde e o bem estar das pessoas!

Para vivermos precisamos de alimentos produzidos pela Natureza Mãe, que vão ser transformados, assimilados e expulsos.

Se os alimentos são mal digeridos, estagnam nos intestinos, provocando perturbações, por vezes graves.
Ficamos doentes, mas não sabemos porquê. Sentimo-nos a envelhecer rapidamente sem percebermos o porquê!


O Nosso Corpo Precisa de Mais Atenção! E Mesmo de Mais Respeito!


Dê uma vista de olhos "IOGURTE NA DIETA GARANTE SAÚDE" e
aproveito para vos dizer que dentro em breve iremos falar de um probiótico - Kéfir o milagroso!




IMS

quarta-feira, 9 de Abril de 2008

TOMATE

Os tomates são, de longe, a fonte mais rica em Licopeno, poderoso antioxidante que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento e pode proteger contra o cancro, inclusive o de próstata.

O licopeno é um carotenóide que confere a cor vermelha ao tomate e é bem mais absorvido na presença de gordura saudáveis, daí consumir o tomate cozido, acompanhado com um pouco de azeite.

A ingestão de molho de tomate cozido resultou em um aumento de 2 a 3 vezes da concentração de licopeno!

É importante mencionar que o processo de industrialização do tomate, para a elaboração de molhos prontos, ketchup e outros, não destrói o licopeno, mas... fique de olho nos rótulos e escolha aqueles com menores teores de calorias e sódio (1).

Além do "superpoderoso" Licopeno, os tomates são também fontes de Vitamina C e de Potássio, mineral importante no controle da pressão arterial, nas contrações musculares, e na saúde das artérias.

Quanto mais intensa for a cor vermelha do tomate, mais rico em antioxidante ele será!

Encontra-se em menores quantidades no pimentão vermelho na melancia, na goiaba, no morango e no mamão.

Curiosidade: Diversos estudos concluíram que as pessoas de idade avançadas que não apresentam tumores são habituais consumidores de tomate.

IMS

(1)leia o artigo publicado "SÓDIO EM EXCESSO PODE SER TÃO PREJUDIAL QUANTO Á GORDURA"

terça-feira, 8 de Abril de 2008

GORDURAS QUE CURAM

O consumo regular das sementes traz tantos benefícios para o organismo, que elas têm sido, até mesmo, receitadas por médicos.

As sementes de linhaça e o óleo de linhaça são a melhor fonte de gordura ómega 3, seguidas das sementes de abóbora.

O consumo regular de gordura ómega 3 (existente também em peixes como salmão, o arenque, a cavala e o atum), tem uma acção antioxidante, contra o envelhecimento precoce e, pode reduzir o risco do cancro.

Existem provas fiáveis de que essas gorduras ajudam a diminuir as inflamações e julga-se que evitam a expressão dos genes que promovem o cancro.

Estudos recentes demonstraram que reduzir o consumo de gorduras na dieta, limitar o consumo de gorduras saturadas (existentes na carne dos produtos lácteos e ovos), e gorduras processadas ou danificadas (presentes nos alimentos fritos e processados) e melhorar a relação entre os óleos ómega 3 e ómega 6 (frutos secos e sementes) pode reduzir o cancro da mama.

Esclarecimento:
Gorduras Ómega 3 e Gorduras Ómega 6 – VITAMINA E

CONSELHOS:

Entre em contacto conosco para saber mais detalhes importantes.

Enviando um e-mail para:

metadasaude@gmail.com

IMS

SÓDIO EM EXCESSO PODE SER TÃO PREJUDICIAL QUANTO À GORDURA

Hoje em dia é importante ler os rótulos das embalagens dos produtos alimentícios é um hábito saudável e precioso, visto que a preocupação com a saúde e bem-estar é cada vez mais importante na nossa sociedade!

Pergunto o que vê primeiro na tabela nutricional?
Calorias, gorduras e, os carboidratos.
Correcto? Muito bem!

Então, prepare-se para incorporar mais um item de perigo: o Sódio.

Esquecido por todas nós, o sódio em excesso no organismo pode ser tão prejudicial quanto à gordura ou o açúcar.

Sabe aquele dia que acordou inchada e se sentindo mal? Esse sintoma tão comum pode ser resultado da alta quantidade de sódio ingerida no dia anterior.

Portanto, vale a pena ficar atenta e começar a ficar de olhos bem mais abertos e críticos ao analisar a tabela de nutrição de todos os alimentos que pretende ingerir.

Sendo assim, o sódio é muito necessário para que o corpo funcione correctamente, pois ajuda a manter o equilíbrio dos fluidos, auxilia na transmissão de impulsos nervosos e influencia na contracção e relaxamento dos músculos.

Por que o excesso faz mal?
Na realidade, muitos alimentos já contêm o mineral em quantidades mais do que suficientes para o organismo humano
Segundo pesquisas, cerca de 11% do sódio na dieta de um adulto vem da adição de sal à comida, mas a maioria 77% vem do consumo de produtos industrializados que contêm o mineral.

Em quantidades excessivas, o sódio não é totalmente eliminado pelos rins e faz com que o corpo retenha líquidos, aumentando seu volume e trazendo inchaço!

Isso ocasiona uma elevação na pressão arterial, que pode levar à falência congestiva do coração, cirrose, doença dos rins, enfarto e graves acidentes vasculares cerebrais.

Para uma pessoa saudável conseguir eliminar a alta quantidade de sódio ingerida, são necessários um ou dois dias. Já para o hipertenso, isso varia de cinco a sete dias.

Então, qual a quantidade ideal de sódio que um adulto deve consumir por dia?
O ideal é que um adulto ingira no máximo 2,4g de sódio, o equivalente a uma tampinha de caneta BIC cheia!

Os alimentos, como salgadinhos, linguiças, salsichas, lasanhas e pizzas, hambúrgueres e etc, quase explodem de sódio, pois é importante para a conservação dos alimentos.

Agora, para nunca mais ficar inchada (a não ser pela TPM),remova o sal dos alimentos sempre que possível, isso não afecta a qualidade do prato!

SUGESTÃO:
Para dar sabor aos alimentos, use ervas como oregaos, noz moscada, alecrim e manjericão, alho, cebola, além de raspas de limão e laranja.

Invista em Alimentos Naturais! Tome Conta da sua Saúde!

IMS

segunda-feira, 7 de Abril de 2008

Guillermo Habacuc, a Bienal, o Cão e a Petição


Amigos
Foge do âmbito do MetaDaSaúde esta questão, no entanto como recebemos a petição que circulava pela Net, sentimos a necessidade de tentar saber mais sôbre o assunto e tomar uma posição. Quando li a mensagem, digo-vos que tive imediatamente aquela reação emotiva que a maioria das pessoas tem: indignação, raiva e pena do animal, e uma condenação sumária do autor do acto (Guillermo Habacuc). Depois veio o lado racional, mas pelo sim pelo não difundi a mensagem, não assinei a petição, e coloquei uma mensagem no blogue htpp://metadasaude.blogspot.com/ dizendo que ia investigar mais sobre o assunto. Tomei conhecimento também de outra versão do ocorrido. Não é negado que o artista tenha levado o cão, que dantes vagueava e passava fome nas ruas, sem ser notado, como aliás muitos seres humanos, para a galeria, e consta também que era alimentado e solto fora do horário da exposição, tendo inclusive fugido ao fim do 3º dia pela manhã quando um funcionário que o alimentava fazia limpeza no exterior. Para nós é cômodo estar em casa numa boa, na comodidade do nosso doce lar, e reagirmos sob o comando das emoções, assinar um abaixo assinado e pronto lá vai e já está. Dever cumprido! Temos que procurar saber a verdade, embora possamos criticar a atitude de trazer um cão da vadiagem das ruas, para o protagonismo e o estrelato da net. Uma atitude sem dúvida provocatória, intencional, política, porque o público indignava-se por ver o sofrimento num local impróprio, onde se esperava encontrar arte estava a fome, não exposta numa pintura a óleo iluminada por um projector de luz, mas real, viva, chocante com uns dizeres na entrada "Eres lo que lees", enquanto se ouvia o hino sandinista tocado ao contrário. Quantos cães não ficam presos em apartamentos o dia todo, a sofrer, e os animais enjaulados dos circos? Já tiveram a ocasião de visitar os bastidores dos circos durante o dia onde estão os animais? E os pássaros enjaulados que compramos e levamos para casa? Que acham? Muito triste. Amigos em vez de fazermos recolha de assinaturas vamos agir! Acção, trabalho é isso que o mundo precisa! Continuemos sempre na busca da VERDADE!

Irondes

IOGURTE NA DIETA GARANTE SAÚDE

Não há quem não goste de iogurte, mas muita gente se esquece de colocá-lo na dieta.

O iogurte é um leite fermentado, normalmente extraído da vaca, obtido pela acção fermentativa específica das bactérias Lactobacillus bulgaricus e do Streptococcus termophilus, sob determinadas condições de tempo e temperatura.

São estas bactérias que azedam o leite pasteurizado e, ao mesmo tempo, conferem consistência cremosa e o sabor levemente ácido característico do iogurte.

Devido à fermentação, o produto final contém milhões de bactérias vivas e são estas bactérias probióticas que conferem ao iogurte boa parte de suas características benéficas para o organismo.

Por causa do seu efeito probiótico , este alimento participa do bom equilíbrio da flora intestinal, diminui a frequência de incidentes digestivos e, com isso, acaba por fortalecer o sistema imunológico.

Isso, com a vantagem de que a acção dos fermentos coloca estes nutrientes à disposição do organismo numa forma mais facilmente assimilável, ou seja, com mais digestibilidade da lactose se comparada ao leite.

Outra vantagem do iogurte em relação ao leite é que, devido ao seu enriquecimento com leite em pó, o iogurte possui maior quantidade de cálcio do que o leite.
Iogurte pode perfeitamente substituir o leite. Assim, dois iogurtes equivalem a 1/4 litro de leite.

Mas o que são iogurtes Bifidus Activo?!
Pergunta o leitor e muito bem!

Bem, o Bifidus Activo é um microrganismo que existe naturalmente no intestino e que funciona como um importante agente regulador da flora intestinal, contribuindo para o bom funcionamento daquele órgão.

Assim, os iogurtes que contêm Bifidus Activo na sua composição reforçam a eficácia deste agente regulador presente no intestino, promovendo uma eficiente absorção de nutrientes, como os hidratos de carbono, proteínas e lípidos, e facilitam a eliminação de toxinas formadas no intestino.

Como consequência , os probióticos com Bifidus Activo contribuem para a manutenção do equilíbrio intestinal abalado em muitas situações de «stress», com a idade, a menopausa ou o tratamento com medicamentos, diminuindo os riscos de obstipação ou de outras disfunções intestinais.

SUGESTÃO:
Se está de dieta, o ideal é consumir os iogurtes magros ou desnatados, que contêm menor teor de gordura e com menos calorias.

Acrescente cereais integrais, ou aveia e frutas, que auxiliam na diminuição da absorção da gordura, melhoram o teor vitamínico e mineral do alimento e auxiliam no bom funcionamento intestinal.

É uma óptima opção para lanches intermediários, no meio da manhã ou da tarde.

IMS

domingo, 6 de Abril de 2008

OBESIDADE (PARTE 3)

Pergunta-se: como os prisioneiros de um campo de concentração puderam sobreviver por cerca de 5 anos com uma dieta em torno de 800 calorias por dia?

Se a teoria tivesse fundamento, eles teriam morrido assim que suas reservas de gordura tivessem acabado, ou seja, em poucos meses.

Do mesmo modo pergunta-se: e os superobesos, que ingerem de 4 a 5.000 calorias diárias? Se a teoria fosse verdadeira, deveriam pesar 500 kg em poucos meses.

Como explicar, com essa teoria, que certas pessoas comem pouco e mesmo assim continuam a engordar? E aqueles que comem muito e não engordam? MARTÍRIO DO OBESO em um regime hipocalórico, é preciso reduzir a quantidade de alimento para continuar a emagrecer.

Entretanto, chega-se ao ponto de quanto menos se come, mais se engorda.
Acaba-se passando por severas privações e frustrações para conseguir perder peso, chegando-se em muitos casos a apresentar um quadro de depressão ou hipotensão, fraqueza, fadiga, e até mesmo anorexia.

O efeito do regime “iô-iô” é bem conhecido: engorda emagrece, tornando-se cada vez mais difícil emagrecer, sempre se recuperando o peso inicial, e, na maioria das vezes, com algum ganho a mais.

Isso ocorre em 90% dos casos. Em um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia, utilizaram-se ratos que receberam alimentação hipercalórica alternada com hipocalórica. Os ratos ganhavam e perdiam peso, porém o ritmo de ganho e perda variava a cada novo regime.
Assim, ao término do primeiro regime, o rato precisou de 46 dias para perder o mesmo peso que foi recuperado em 14!

A cada regime, a perda de peso tornou-se mais e mais difícil de ser alcançada, e cada vez mais rápida foi a sua recuperação.

Prova-se, assim, que o metabolismo se adapta á redução calórica.

Todo déficit calórico faz baixar os gastos metabólicos em mais de 50%, porém, é acompanhado de uma recuperação do peso, sendo que quanto maior for a diferença entre a alimentação habitual e o regime, mais rapidamente se retorna ao peso inicial.

O importante é saber o tipo de caloria e de nutrientes de que se está a fazer uso, e não se falar somente, por exemplo, em “regime de X calorias”.

Por isso, é fundamental a necessidade de termos uma dieta essencialmente equilibrada.

Resumindo: deve-se voltar a atenção mais para a qualidade e o equilíbrio da alimentação do que apenas para o número de calorias que ela apresenta.

Consultar também os artigos OBESIDADE (PARTE 1), (PARTE 2)


IMS

(continua Parte 4)

sexta-feira, 4 de Abril de 2008

DOMINANDO A CEGUEIRA

Como as pessoas podem se ajudar a refrear o risco de Degeneração Macular relacionada com a idade (DMI) ?

O nutriente é Luteína, um antioxidante que vários estudos clínicos têm ligado com a redução do risco da Degeneração Macular (DMI) relacionada à idade.

Boas fontes de luteína. :
ESPINAFRE, COUVE, REPOLHO, BRÓCULOS

Um estudo na Universidade Harvard em 1994 sugeriu 6mg de luteína diariamente; a quantidade encontrada em uma grande bacia de espinafres frescos pode ajudar a reduzir o risco de Degeneração Macular relacionada à idade até 57%.

Degeneração Macular relacionada à idade, tem sido reconhecido como a causa principal da cegueira legal em pessoas com a idade de 50 anos e mais no mundo ocidental.

A mácula é uma área na retina responsável pela visão central. Perda da função macular por causa da idade (DMI), pode deteriorar a visão central.

A Luteína é um nutriente essencial porque ela realmente inclui na maior parte do conteúdo da mácula dos olhos.

Por isso, reabastecer a luteína macular através de alimentos ou suplementos de luteína é tão importante para dar aos nossos olhos uma chance de combater para ficar e se manter saudável.

Indicações Importantes: Muito indicado também para pessoas que trabalham com computadores e em ambientes de luz artificial, fumadores, estudantes e todos os casos que provoquem cansaço da vista.


NOTA:
Visão dos idosos - Um estudo do governo americano (com 4.757 idosos), mostrou que doses elevadas de vitaminas (como a vitamina "C", a "E" e o betacaroteno), aliadas ao mineral zinco, podem desacelerar e até prevenir a perda de visão com degeneração macular, uma das principais causas de cegueira nessa idade. A perda de visão foi reduzida em 25%, na população estudada.


Um caso conhecido será o da leitora assídua a Helena Macedo

Consultar também artigo CENOURA PARA VER MELHOR

IMS